Sinter participa da VII Marcha dos Povos Indígenas de Roraima

Por Pablo Sérgio

O Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Estado de Roraima (Sinter) participou e apoiou a realização da VII Marcha dos Povos Indígenas de Roraima realizada pela Organização dos Professores Indígenas de Roraima (OPIR) e demais organizações representativas dos povos nativos, que aconteceu nos últimos dois dias, 8 e 9, na praça do centro cívico.

Um dos objetivos centrais da Marcha foi mobilizar as comunidades indígenas e a sociedade roraimense em geral em torno da defesa e da garantia dos direitos dos povos indígenas que ainda vivem nas comunidades e os que moram nas periferias dos centros urbanos.

Temas como, Educação específica e diferenciada; Terras indígenas; Direitos constitucionais; Agricultura. Desenvolvimento sustentável; Culturas indígenas e Mineração, são os principais temas de reflexão e debate no decorrer dos dois dias do evento.

De acordo com o diretor do departamento estadual do Sinter, professor Valdemar Júnior, que esteve em uma das mesas de debates falando em nome da entidade sindical, a parceria entre Sinter e Opir é mais do que necessária, pois a luta pelos direitos dos trabalhadores em educação, pelo direito por melhores condições de trabalho, por educação de qualidade e pelo respeito a diversidade cultural, são bandeiras comuns de ambas as entidades e deveriam ser de toda a sociedade.

“Somos solidários às lutas dos Povos Indígenas de Roraima, reconhecemos como justas e legitimas as reivindicações apresentadas pela Opir e pelas demais organizações e por isso acreditamos que devemos estar juntos para defender nossos direitos básicos, como a garantia do pagamento dentro da data acordada, por exemplo. Não podemos continuar vendo nossos direitos serem desrespeitados e ficarmos de braços cruzados, juntos somos mais fortes”, destacou o representante do Sinter na Marcha dos Povos Indígenas de Roraima.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Traduzir »