Uma das idealizadoras do hospital para tratamento de câncer em RR, Ângela Portela fala sobre o projeto

Por: Pablo Sérgio

Com a presença de diversas lideranças políticas locais, no início da semana em solenidade especial, foi feita a apresentação do projeto Hospital de Amor, que será implantado em Roraima para atuar na área de prevenção e de tratamento de câncer.

A unidade hospitalar será uma extensão do Hospital de Amor de Barretos, São Paulo, que é referência no país no tratamento de câncer de mama e de colo de útero e será implantado em Roraima graças ao trabalho realizado pela ex-senadora Ângela Portela (PDT) e do deputado federal Hiran Gonçalves (PP) que disponibilizaram emenda parlamentar no valor de mais de 30 milhões de reais para que o hospital possa ser construído no estado.

Falando com exclusividade para equipe de reportagem do Portal Sakso, a ex-senadora Ângela Portela explicou as motivações que levaram os dois parlamentares a disponibilizar os recursos para a construção do hospital e a importância dele para a população roraimense, principalmente para as mulheres acometidas com câncer.

SAKSO: Como surgiu a ideia audaciosa de implantar um hospital de tamanha relevância em nosso estado?

ÂNGELA PORTELA: A ideia de implantar uma unidade avançada de prevenção de câncer em Roraima, vinculado ao hospital de amor de Barretos, veio da constatação da necessidade de suprir uma lacuna profunda do estado em não oferecer tratamento com radioterapia indicado para alguns casos de doenças oncológicas, pois são inúmeros os casos de pessoas que precisam sair do estado deixar suas famílias e ir em busca de tratamento fora de Roraima. Além disso, muitas mulheres não têm acesso a exames de prevenção que poderiam salvar suas vidas.

SAKSO: Quais os atores envolvidos neste procedimento?

ÂNGELA PORTELA: Eu, enquanto senadora, e o deputado federal, Hiran Gonçalves, médico, também conhecedor desta triste realidade, decidimos trazer para Roraima uma unidade deste importante hospital, de referência mundial que irá oferecer tratamento adequado para a população que mais precisa. E com esse objetivo dialogamos com a direção do hospital em Barretos e com base no levantamento de custos para atender essa necessidade, disponibilizamos os recursos através de emenda parlamentar.

SAKSO: Quais os recursos alocados para o início desta obra?

ÂNGELA PORTELA: Os recursos já estão assegurados. São de emenda parlamentar indicadas por mim e pelo deputado Hiran Gonçalves no valor de 30 milhões e 800 mil reais no orçamento da União de 2019, o que dá uma garantia real de que será colocado em prática num breve espaço de tempo.

SAKSO: Na sua opinião, o que vai representar para a população roraimense a implantação de um hospital com especialização no tratamento de câncer no estado?

ÂNGELA PORTELA: Eu fiquei emocionada durante a apresentação do projeto do hospital de tratamento de câncer, Hospital de Amor, porque isso significa a possibilidade de redução de mortes por câncer de colo de útero e de mama de tantas mulheres roraimenses que não têm acesso a exames tão simples mais que salvam suas vidas. Significa também diagnosticar e tratar o câncer perto da família.

Ou seja, é uma grande conquista para o povo de Roraima e só alguém que teve um caso de algum familiar ou amigo próximo com diagnóstico de câncer ou mesmo que está diagnosticada com essa doença pode compreender a importância desse projeto para milhares de famílias roraimenses.

SAKSO: Há cerca de um mês, nas redes sociais, houve uma mobilização de fortes críticas contra a senhora e contra o deputado Hiran Gonçalves pela iniciativa de disponibilizar recursos para o Hospital de Amor de Barretos para que o hospital local fosse construído. Como a senhora avaliação essas críticas, muitas vezes agressivas, por conta disso?

ÂNGELA PORTELA: As críticas sobre o projeto de construção do centro de diagnóstico precoce de câncer em Roraima se deram por total falta de conhecimento do projeto e do uso dos recursos que irão beneficiar a população de nosso estado.

E também um político que é contra a proposta mobilizou sua equipe de guerrilha digital para atacar e difundir informações mentirosas sobre esse importante hospital que oferece tratamento humanizado e de alta qualidade reconhecido por todos.

Acho lamentável que algumas pessoas façam ataques agressivos sem procurar ouvir o verdadeiro lado da história, mas situações como está são as que vivemos nos dias de hoje e que são insufladas por políticos oportunistas que não estão preocupados com as reais necessidades do povo.

Por isso, tanto eu quanto o deputado Hiran Goncalves, estamos tranquilos quanto a decisão que tomamos e temos certeza de que o Hospital de Amor vai salvar muitas vidas em Roraima e é isso que nos basta.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Traduzir »